O que é Cloud Broker?

Autor: 
Vinicius Durbano
Fonte: 
www.tiespecialistas.com.br

No dia a dia, temos contato com vários tipos de corretores: um corretor de imóveis, por exemplo, age intermediando o negócio entre um locador e o locatário; um corretor de bolsa de valores intermedeia a venda de uma ação e um futuro acionista. É seguindo essa lógica que um Cloud Broker — traduzido como “corretor de nuvem” — funciona, atuando como agente intermediário em uma negociação entre um cliente e um fornecedor de computação em nuvem, podendo aconselhar uma empresa a respeito dos melhores serviços que se adequem às suas necessidades.

O que é a corretagem de serviços na nuvem?

A corretagem de serviços em nuvem (CSB) é um modelo de prestação de serviços, no qual uma empresa busca agregar valor a um ou mais serviços (público ou privado) em nuvem, a fim de melhorar a experiência do usuário. Portanto, a CBS poderá, em nome dos consumidores desse serviço, cumprir três papeis:

  • Agregação: buscar as melhores funcionalidades de cada serviço em nuvem e oferecer um serviço superior que combine todas essas ferramentas;
  • Integração: os processos de produção e armazenamento de dados estarão mais próximos, pois não será mais necessário que você contate um servidor, que, muitas vezes, pode não se localizar no país;
  • Corretagem de personalização: os serviços de nuvem, para terem uma boa venda, precisarão ser bastante gerais, sem ofertar muitas ferramentas específicas, sendo este um problema que o Cloud Broker busca eliminar.

O que faz um Cloud Broker?

O papel de um Cloud Broker é poupar o tempo e recursos de seus diversos clientes para que eles possam agir somente em sua área de atuação, a partir da realização de pesquisas e análises dos diferentes provedores de serviços em nuvem. Então, ele buscará informar o cliente sobre: o modo de usar; formas de implementação; como gerenciar os dados; maneiras de utilizar o serviço para atingir as metas da empresa.

Por que utilizar os seus serviços?

Primeiramente, ele é um intermediário imparcial, já que não possui vínculos com um fornecedor em especial, e considerando a experiência em outros projetos buscará o serviço de melhor qualidade para a sua empresa. Além de poupá-lo do trabalho e da preocupação que toda a mudança de TI causa em um negócio, ele irá auxiliá-lo desde a montagem de uma infraestrutura adequada para receber esse serviço até a transferência de dados de seu servidor atual para o novo servidor em nuvem.

Quais os benefícios de sua contratação?

Proteção jurídica: Um corretor de serviços de nuvem pode, também, garantir seus direitos durante a negociação de contratos com os provedores da nuvem. Em caso de possíveis litígios, ele pode garantir uma consultoria jurídica específica para a área da TI.

Diminuição de custos: Frequentemente, pode ocorrer de um serviço de corretagem de serviços em nuvem, ao invés de somente intermediar o negócio entre sua empresa e o provedor, agregar diversos serviços com o objetivo de fornecer um melhor custo-benefício. Dessa maneira, ele oferecerá uma interface unificada mesmo que esteja utilizando diferentes provedores de nuvem, sendo, assim, um agregador de serviços de nuvem.

Oferta de serviços diferenciados: Outra grande vantagem desse tipo de corretagem é a oferta de serviços que, por vezes, não estão disponíveis nos diversos provedores, mas que são essenciais para os clientes. Por exemplo, o Cloud Broker pode oferecer um serviço adicional de segurança.

Assim, se você estiver receoso do vazamento de dados na nuvem, ele poderá cuidar de que seus dados tenham um nível ainda maior de segurança. A esse tipo de corretor, dá-se o nome de facilitador de nuvem.